Sexta-feira, 24 de Novembro de 2006

A tradição gramatical

Muito engraçado! Há sempre alguém que nos dá mais uma dica. Motivado pelo debate da TLEBS, tinha na ideia, ir ver a velha gramática (1540) que o João de Barros fez para o seu príncipe e a, também pioneira, do Fernão de Oliveira. Ainda não tive tempo para isso.
Mas, agora, ao espreitar o valiosíssimo Ciberdúvidas, dei com uma citação do João de Barros, feita pela Filomena Viegas, a propósito da substituição do termo "substantivo" por "nome" que já vimos ser motivo de crítica pela Alzira Seixo, em defesa da tradição:
“todalas linguágens tem dous reis diferentes em género e concórdes em ofiçio: a um chamam Nome e ao outro Verbo"
Interessante! Não consta que João de Barros tivesse sido defensor da gramática generativa.
(http://ciberduvidas.sapo.pt/php/portugues.php?id=130)
publicado por Redes às 00:14
link do post | comentar | favorito
|
5 comentários:
De Paulo G. Trilho Prudêncio a 24 de Novembro de 2006 às 19:43
Muito interessante. Sobre as gramáticas, podes ler uma alusão semelhante em... Proust.


De Ana da Palma a 27 de Novembro de 2006 às 13:45
João de Barros vem mencionado num livrinho ( Ana maria Barros de Brito, Os Estudos de Sintaxe Generativa em Portugal nos Últimos Trinta Anos, Braga, APT , 1999). Pois, aparentemente ele foi o primeiro a escrever uma gram á tica da língua portuguesa, dedicada à ortografia e à construção, ou seja, à sintaxe. Mas quem tem maior importância, na perspectiva da gram á tica generativa, é Jerónimo Soares Barbosa: " ...Barbosa propõe que a sintaxe linguística deve abranger duas dimensões fundamentais que regulam a combinação de palavras: os mecanismos da concordância e os requisitos de regência ou de selecção que certas palavras impõem umas às outras."


De Redes a 30 de Novembro de 2006 às 23:45
Obrigado,
Não deixarei de ver essa referência bibliográfica. Barbosa é com certeza posterior a João de Barros e Fernão de Oliveira.


De Francisco a 6 de Dezembro de 2006 às 22:43
Têm todos muito que estudar: "nome" é a classificação da primeira gramática (grega) do mundo ocidental; "substantivo" é a proposta dos gramáticos latinos da Antiguidade. Não seria melhor começarem a estudar cultura clássica antes destas leviandades linguísticas?


De Redes a 7 de Dezembro de 2006 às 00:11
Obrigado,
Estamos aqui para aprender uns com os outros.
Temos que fazer as duas coisas, pois nenhuma é leviana.
Tem com certeza razão. Mas, repare, eu não digo o contrário. Consultei bibliografia vária. Cito aqui, da minha secretária, a Leonor Buescu, num livrinho sobre os "gramáticos portugueses do século XVI". O que eu queria dizer é que a classe "nome" já existe referida tanto a substantivos como adjectivos e que o termo "substantivo" se baseia numa oposição aristotélica entre as substâncias e as qualidades. Mais à frente, dei-me conta da imprecisão e, noutro "post", esclareço isso.
Aliás, a designação "nome", está também, no mesmo sentido, consagrada na Nomenclatura de 1967.


Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Novembro 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
17
18

19
20
21
22
23
25

26
27
28
29
30


.posts recentes

. "Tablets" e computadores ...

. Desventuras de Maria do C...

. A revolução russa vista p...

. Processos de transformaçã...

. "Colectivos" - o partido ...

. Nicolás Maduro defendido ...

. Avaliação da Homeopatia

. Deve o exame condicionar ...

. Bloomberg desvaloriza efe...

. Tratados ortográficos int...

.Blogs das minhas desoras

.Extreme Tracking

eXTReMe Tracker

.Wikipédia

Support Wikipedia

.arquivos

. Novembro 2017

. Julho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Julho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Maio 2015

. Março 2015

. Janeiro 2015

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Outubro 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Outubro 2007

. Junho 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

. Novembro 2004

. Outubro 2004

. Junho 2004

. Maio 2004

. Abril 2004

blogs SAPO