Sábado, 23 de Maio de 2009

O bafo de Deus

Quadro de Martin Schongauer (1445-1491)

 

(fonte: http://1.bp.blogspot.com/_Dwm0gUTYyWA/SRMdPf8WEhI/AAAAAAAAAe8/t1Cu12Q_C7I/s1600/martin-Anunciacao.jpg)

 

Na história da santa concepção, há certamente muito bafo. E muito bafio devia encher a gruta aonde se acolhera a santa família, de acordo com a tradição. Inevitavelmente, o bafo do burro e da vaquinha e o abafado ar da invernosa humidade circundante. Mas aqui importa sobretudo o bafo sagrado, protagonista duma acção que se vinha desenrolando de há nove meses atrás e que é assim relatada por Camões, na perífrase que põe na boca de Monçaide, na explicação que dá ao Catual sobre quem são os que chegam com Vasco da Gama:

Têm a lei dum Profeta, que gerado

Foi sem fazer na carne detrimento

Da mãe, tal que por bafo está aprovado

Do Deus, que tem do mundo o regimento. (Canto VII, 69)

O bafo é o mesmo sopro que serve, na etimologia, para fazer pff, mas também para produzir palavras, que não se conseguem sem a energia do ar em movimento.

Este bafo é pois o Espírito Santo, conforme aparece na narrativa original:

"Ora, o nascimento de Jesus Cristo foi assim: Estando Maria, sua mãe, desposada com José, antes de se ajuntarem, achou-se ter concebido do Espírito Santo". (Mateus 1:18)

Se Mateus só nos fala da concepção, Lucas, precede-a da anunciação, que pode ser mesmo o próprio acto de geração. É o anjo Gabriel que vai ter com Maria e lhe anuncia o nascimento do "filho do Altíssimo".

"Como se fará isto, visto que näo conheço homem algum?" - pergunta Maria.

"Descerá sobre ti o Espírito Santo, e a virtude do Altíssimo te cobrirá com a sua sombra; por isso também o Santo, que de ti há de nascer, será chamado Filho de Deus" - responde Gabriel (Lucas, 1:26-35).

O Espírito Santo é o mesmo bafo divino que aparece em inúmeros locais, nos livros bíblicos. É o ruah hebraico que anda sobre as águas no Génesis, é o pneuma grego e é o spiritus latino. O sopro antecede a palavra, origina a vida e dela se exala no silêncio do último suspiro. É um bafo ou uma corrente de palavras, que aparece em vários quadros quinhentistas a representar na Anunciação, um fluxo germinador, que procede do anjo para Maria.

É algo universal que transcende a nossa cultura ocidental. O sopro é vida, alma e espírito, nas culturas bantu, por exemplo. É pela boca que o mau espirito deve sair. Há deuses  que bafejam boa sorte, outros o contrário. O invisível, o vital,  apresentava-se sob a forma dum fluxo de ar.

publicado por Redes às 18:35
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Maio 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30
31


.posts recentes

. Avaliação da Homeopatia

. Deve o exame condicionar ...

. Bloomberg desvaloriza efe...

. Tratados ortográficos int...

. Acordo Ortográfico: Decla...

. Aniversário da Revolução ...

. Encontro sobre o Acordo O...

. O Acordo Ortográfico entr...

. O reino de Walter Hugo Mã...

. Defesa da escola pública ...

.Blogs das minhas desoras

.Extreme Tracking

eXTReMe Tracker

.Wikipédia

Support Wikipedia

.arquivos

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Julho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Maio 2015

. Março 2015

. Janeiro 2015

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Outubro 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Outubro 2007

. Junho 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

. Novembro 2004

. Outubro 2004

. Junho 2004

. Maio 2004

. Abril 2004

blogs SAPO