Sábado, 19 de Junho de 2010

Socialismo venezuelano

(Daqui: (http://www.itamaraty.gov.br/sala-de-imprensa/selecao-diaria-de-noticias/midias-nacionais/brasil/jornal-de-brasilia/2010/05/22/chavez-confisca-100t-de-comida)

 

"Não há comida nas lojas, mas a oposição diz que há 75 mil toneladas de alimentos a apodrecer nos armazéns" - Onde é que eu já vi isto?

Foi nas lojas do povo de Moçambique. Prateleiras vazias. Contudo, conhecíamos líderes de empresas estatais e funcionários intermédios, em casa dos quais apareciam os produtos em falta e outros. Por vezes, a anedota era notícia propalada de boca em boca. Alguém tinha visto numa loja do interior rural, produtos de luxo, como perfumes, mas falta de arroz, óleo e sabão. Os produtos, em vez de irem para as prateleiras das lojas, apareciam no mercado negro a cinco ou seis vezes o preço tabelado.

Antes das nacionalizações, havia uma extensa rede de cantineiros, a maior parte de origem portuguesa e indiana. Essas pessoas compravam os produtos dos camponeses - amêndoa de cajú, milho e etc. - e vendiam-lhes o que eles precisavam. Conheciam o seu mercado e não se arriscavam de ânimo leve a colocar nas suas prateleiras coisas esquisitas que os poderiam levar a perder dinheiro. Para funcionários do sistema estatal trata-se apenas de se desembaraçar de stocks que não lhes pertencem. Têm apenas de os despachar para as lojas.

E isso está a acontecer na Venezuela. De pouco adianta acusar os funcionários de corrupção, como muitas vezes vi em Moçambique. O mercado é um sistema em que cada um prossegue os seus fins e as decisões fazem-se pelo confronto de milhares de decisões individuais. Nenhum sistema de planificação central consegue substituir a eficácia do mercado. E, depois, por mais que se diga o contrário, os gestores do sistema estatal não deixarão nunca de fazer prevalecer os seus interesses privados dentro do Estado.

Chavez está a levar a Venezuela para o empobrecimento dum socialismo centralizado. Agora quer nacionalizar a maior empresa de produção alimentar do país.

Os críticos do governo de Chávez  afirmam que a escassez de alimentos  ocorre pela opção pelo socialismo  do governo que, na opinião  deles, reduz a produção de alimentos,  que está cada vez mais nas mãos  do setor público.

O presidente afirma que o problema  está no setor privado, em  companhias como a Polar que, segundo  ele, exportam secretamente  produtos para lucrar mais, em vez de  vendê-los na Venezuela, onde os  preços são controlados. (página do Itamaraty, Negócios Estrangeiros do governo brasileiro, http://www.itamaraty.gov.br/sala-de-imprensa/selecao-diaria-de-noticias/midias-nacionais/brasil/jornal-de-brasilia/2010/05/22/chavez-confisca-100t-de-comida)

Quem será que tem razão?

publicado por Redes às 19:07
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Novembro 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
17
18

19
20
21
22
23
25

26
27
28
29
30


.posts recentes

. "Tablets" e computadores ...

. Desventuras de Maria do C...

. A revolução russa vista p...

. Processos de transformaçã...

. "Colectivos" - o partido ...

. Nicolás Maduro defendido ...

. Avaliação da Homeopatia

. Deve o exame condicionar ...

. Bloomberg desvaloriza efe...

. Tratados ortográficos int...

.Blogs das minhas desoras

.Extreme Tracking

eXTReMe Tracker

.Wikipédia

Support Wikipedia

.arquivos

. Novembro 2017

. Julho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Julho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Maio 2015

. Março 2015

. Janeiro 2015

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Outubro 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Outubro 2007

. Junho 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

. Novembro 2004

. Outubro 2004

. Junho 2004

. Maio 2004

. Abril 2004

blogs SAPO